A urologia tem extrema importância na Saúde dos homens. Além de ser a especialidade médica que cuida de todo o sistema reprodutor masculino, o especialista desta área também é responsável pelos cuidados dos rins, ureteres, bexiga, urina, uretra e próstata. Este último é um dos principais fatores que tornam rara a ida de homens ao urologista. Por preconceito e, muitas vezes, falta de informação, muitos deixam de realizar seus exames de rotina e acabam descobrindo problemas sérios de saúde em estágio avançado ou até mesmo tarde demais. Em uma pesquisa realizada em 2015 pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), foi constatado que mais da metade dos homens do Brasil com mais de 35 anos nunca visitou um urologista.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, a mulher vive, em média, sete anos a mais do que os homens. A maioria das doenças que atingem os homens são problemas ligados à área da urologia. Confira as doenças mais comuns relacionadas ao sexo masculino e que podem ser evitadas ao visitar e realizar exames com um urologista:

Câncer de Próstata

Depois do câncer de pele, é o que mais atinge os homens no mundo. Quando mais cedo descoberto e iniciar o tratamento, maior a chance de cura. O exame de toque é o mais indicado e o mais simples de se detectar o câncer e deve ser feito prioritariamente após os 40 anos.

Disfunção Erétil

É caracterizada pela dificuldade de manter uma ereção por muito tempo durante a relação sexual.  A visita ao urologista é importante porque uma das causas pode ser problemas no organismo, e, às vezes, fatores psicológicos combinados. O profissional irá encaminhar o paciente para tratamento mais adequado.

Hiperplasia Benigna

Conhecida também como HPB, essa doença causa um crescimento benigno que pressiona o canal uretral, dificultando as micções (ato de expelir a urina). Em algumas ocasiões mais graves, pode impedir o transporte de urina até a bexiga. A doença atinge geralmente homens com mais de 40 anos de idade. Mesmo sem ligação com o Câncer de Próstata, ambas podem ocorrer ao mesmo tempo.

É importante que o urologista não seja visto ou considerado como um profissional que só deve ser visitado após os 40 anos por “obrigação”. É necessário a visita ao menos 1 vez ao ano para evitar doenças graves, quebrar o preconceito criado pela sociedade e que os homens reconheçam a extrema importância desta área. Inclusive, para jovens, que podem sanar suas dúvidas em relação a temas sexuais, com um especialista para que evite futuros problemas.

Agende sua visita e realize seus exames com rotina.

Fontes: Vivace/Em/SBU